sexta-feira, 30 de setembro de 2011

LÁZARO RAMOS: TRAILER DE "AMANHÃ NUNCA MAIS"


Amanhã Nunca Mais, filme de estreia em longas-metragens no cinema do videoartista, roteirista e diretor Tadeu Jungle, que estará na competição do Festival do Rio, ganhou o seu trailer. Veja Lázaro Ramos passando por uma noite alucinante.

Na trama, Walter (Ramos) é um estressado médico-anestesista que trabalha em excesso. Na tentativa de salvar seu casamento, ele se dispõe a buscar o bolo de aniversário da filha, mas a noite coloca inúmeros obstáculos entre Walter e a festa.

O filme chega aos cinemas nacionalmente em 11 de novembro.

MERCADO DA MÚSICA RECEBE GRUPO CARNE DE GATO


Nesta sexta-feira (30), a noite no Mercado da Música será de chorinho com o grupo Carne de Gato. Com a formação Régis Chuves (pandeiro), Eduardo Rosa (flauta transversa), Prof. Nelson Gonçalves (violão de sete cordas), Prof. Alexandre Araújo (bandolim 10 cordas) e mais de 10 anos de existência, o grupo interpreta sucessos da música brasileira.

Atração: Grupo Carne de Gato, a partir das 20 horas.

Onde: Mercado São Sebastião, Av. Paulino Müller, s/n, Jucutuquara.

Informações: (27) 3132-2064.

Entrada gratuita.

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

TOM WAITS DIVULGA NOVA MÚSICA


“Back In The Crowd” é o nome do mais recente tema de Tom Waits. A música faz parte do álbum “Bad As Me”, que tem edição prevista para o dia 24 de Outubro.

O tema conta com a participação do guitarrista Marc Ribot, que colabora com os Dead Combo no novo álbum da banda, Lisboa Mulata, e David Hidalgo, vocalista dos Los Lobos.

O novo álbum é o primeiro em sete anos e apresenta 13 novas músicas feitas em parceria com Kathleen Brennan, produtora e mulher de Tom Waits e por uma série de músicos com quem tem vindo a trabalhar há vários anos.

CDS: LANÇAMENTOS

Essa semana foi muito produtiva musicalmente falando. Foram vários os lançamentos (além do da Mariana Aydar postado abaixo) fonográficos. Abaixo o Outros 300 lista alguns destes lançamentos. Tem ritmo para todos os gostos que vão desde rock and roll, passando pelo pop, samba e romântico. Tem gente boa (e gente nem tão boa assim) e gente ruim, mas como gostos não se discutem...


“Pra Ser Feliz”
Daniel.

Prestes a ser pai pela segunda vez, Daniel celebra os 14 anos de carreira solo lançando um disco alto-astral, em que procura cantar os segredos da felicidade. Destaque para a faixa-título “Pra Ser Feliz” e “Eu Amo Amar Você”. Alto astral soa até meio paradoxal para essa geração dor de cotovelo, mas enfim, se você quiser tirar a prova se o disco é up mesmo, fique a vontade.

“What Matters Most”
Barbra Streisand.

A cantora lança álbum duplo produzido por ela , sendo 10 das 20 músicas compostas por Alan e Marilyn Bergman, como “Nice 'n' Easy”. Destaque para a interpretação da versão em inglês de “Começar de Novo”, “The Island”.

“A Cura Pelo Som”
Funk Como Le Gusta.

A big band mistura samba, soul e música latina em seu novo álbum, que é um deleite para os ouvidos. Destaques para a faixa de abertura “Balacobaco”, “Irê” e “Muchacha Fantástica”. Cdzaço. O melhor!

“Meu Samba, Minha Vida”
Cyro Monteiro.

Reedição do disco de 1969, lançado por um dos intérpretes favoritos do poeta Vinicius de Moraes. No repertório, estão pérolas como “Saquinho de Dinheiro”, “Tristezas não Pagam Dívidas” e “Saudade Dela”. Galera raridade mesmo! Vale a pena!

"The most incredible thing"
Pet Shop Boys

Neil Tennant e Chris Lowe, dois compositores acostumados a trabalhar com dance music e pop, escreveram a trilha sonora The Most Incredible Thing para um balé. E por mais incrível que isso possa parecer para alguns puritanos, o trabalho foi aclamado pelos críticos e fãs da dupla. A música é uma combinação de som eletrônico e orquestra que também poderá ser vista em uma turnê planejada para 2012. Bacana.

"Rapture of the deep"
Deep Purple

Originalmente lançado em 2005, o “novo” álbum ganha agora reforço nos bônus, principalmente, com as versões ao vivo para Smoke On The Water, Perfect Strangers e Highway Star. Nesse disco, a formação contava com Ian Gillan (vocais), Steve Morse (guitarra), Roger Glover (baixo), Ian Paice (bateria) e Don Airey (teclados). Indicado para fãs de carteirinha.


UMA MISTURA DA BOA


Forró, samba, pop, jazz, fado... Os ritmos são variados e, quando reunidos num único trabalho, embalados por uma bela voz, o resultado agrada em cheio. Esse foi o caminho escolhido pela cantora Mariana Aydar, que está lançando o álbum “Cavaleiro Selvagem Aqui Te Sigo”, pela gravadora Universal.

Revelação da MPB, a cantora começou a carreira cantando forró na banda Caruá, mas aos poucos
deixou de lado o arrasta-pé e abriu o leque em seu repertório, com espaço até mesmo para cantar fado, como na faixa “Po r t o ”, deste seu novo álbum. “Fui influenciada por tantos ritmos que acabaram se transformando num disco eclético”, disse em entrevista.

Mas o forró também está presente em seu terceiro disco da carreira, na deliciosa canção “O Homem da Perna de Pau”, de autoriade Chico Xavier e Edson Duarte. Além disso, Dominguinhos toca sanfona na faixa “Preciso do Teu Sorriso”.

A faixa-título “Cavaleiro Selvagem” conta com a participação especial do rapper Emicida. “Eu tinha a melodia na cabeça há muito tempo e não saía do refrão ‘Cavaleiro selvagem, cavaleiro selvagem . . .’ Chamei o Emicida para dar esse acabamento e deu certo. Sou muito fã dele”, revelou Mariana.

A cantora também gravou o samba “Vai Vadiar”, que ficou famoso na voz de Zeca Pagodinho. Segundo ela, a canção é sempre pedida em seus shows. “Essa música nasceu no palco”, contou. Outro destaque do disco é “Ni n e Out Of Ten”, de Caetano Veloso. Produzido por Letieres Leite e Duani Martins, “Cavaleiro Selvagem Aqui Te Sigo” tem tudo para agradar aos fãs de MPB.

ARTISTA: Mariana Aydar
FAIXAS: 13
PREÇO: R$ 22,90
GRAVADORA : Universal

5ª BIENAL CAPIXABA DO LIVRO

O amor pelos livros e pela literatura terá um espaço todo especial a partir da próxima semana, quando será aberta a 5ª Bienal Capixaba do Livro. O evento terá início na quinta, no estacionamento do Shopping Norte Sul, em Vitória, e será encerrado no dia 12 de outubro.

Serão lançados de 100 a 120 novos títulos, com preços a partir de R$ 0,50. Além disso, autores e editoras vão oferecer descontos de até 60%. A bienal terá programação especial para receber o público, com sessão de autógrafos, oficinas, teatro de fantoches e palestras.

Quem vai marcar presença na feira serão os escritores Ziraldo e Ana Maria Machado, que fazem um trabalho destinado ao público infantojuvenil. O evento também terá um momento para celebrar o centenário do escritor cachoeirense Newton Braga. A escritora Sara Novaes e o poeta, cronista e historiador Evandro Moreira, que são autores de obras que retratam a vida de Braga, vão se reunir em um encontro especial, que contará com o depoimento de Anna Graça Braga, irmã de Newton Braga.

De acordo com o organizador do evento, Fernando Duarte, os objetivos da bienal são incentivar a leitura e formar novos leitores. “Vamos trazer todas as editoras para nosso espaço e daremos espaço para o escritor capixaba divulgar seu trabalho. Queremos que os estudantes participem. Só conseguimos formar leitor se trabalharmos desde a infância, com crianças e adolescentes”, comentou ele.

QUANDO: de quinta até 12/10
HORÁRIO: de segunda a sexta, das 9 às 22h; sábado, domingo e feriado, das 10 às 22h
ONDE: Estacionamento do Shopping Norte Sul ( Jardim Camburi, Vitoria)
ENTRADA : gratuita

Programação

Sexta-feira, dia 30
10H: Encontro e sessão de autógrafos com o escritor Ziraldo

3 de outubro
10H: Mesa-redonda “Políticas públicas Sobre a Leitura e o Livro no Estado do Espírito Santo”, com Adriana Sperandio (subsecretária de Estado da Educação) e Erlon Paschoal (subsecretário de Estado da Cultura)
14 H: Mesa-redonda “Literatura e História do Espírito Santo: Um Diálogo Possível”, com Luiz Guilherme Santos Neves e Neida Lúcia Moraes

4 de outubro
10H: Mesa-redonda “A Crônica Como Um Diálogo Possível Entre a Literatura e o Jornalismo”, com Jeanne Billich e Jace Theodoro
14H: Palestra “Violência na Sociedade, Escola Violenta. Como Prevenir ?”, com Ítalo Francisco Campos

5 de outubro
10H: Mesa-redonda “O Centenário de Newton Braga”, com Sara Novaes e Evandro Moreira. Depoimento de Anna Graça Braga, irmã do escritor
14H: Mesa-redonda “Usos da Linguagem Por Um Mundo Melhor”, com Santinho Ferreira de Souza e Maria da Penha Pereira Lins

6 de outubro
10H: Encontro com o escritor Carlos Nejar. Lançamento do livro “História da Literatura Brasileira”
14H: Palestra “Políticas Públicas Para o Livro e Leitura no Brasil”, com Maria Antonieta Antunes Cunha, secretária-executiva do Plano Nacional do Livro e da Leitura

7 de outubro
10H: Encontro com a escritora Ana Maria Machado. Lançamento dos livros “Infâmia” e “Silenciosa Algazarra”
14H:Mesa-redonda “A Literatura Feita Por Mulheres”, com Bernadette Lyra e Lídia S. Rangel

Ziraldo irá participar no dia 30 dando autógrafos

MAES EXIBE GRATUITAMENTE FILME DE MICHELANGELO ANTONIONI

O Museu de Arte do Espírito Santo Dionísio Del Santo realiza no próximo domingo (02), às 15 horas, mais uma edição do "Maes na Tela", atividade do programa de arte-educação da exposição "O Louvre e seus visitantes". O filme escolhido desta vez foi "Zabriskie Point", um clássico do artista italiano Michelangelo Antonioni. Após a exibição do filme, haverá um debate com o cineasta, produtor e gestor cultural, Marcos Valério Guimarães.

O longa-metragem, com 115 minutos, será exibido no auditório do Maes. A entrada é franca. Os interessados deverão comparecer com 30 minutos de antecedência. São 40 vagas disponíveis. O filme é indicado para maiores de 14 anos.

"Zabriskie Point" tensiona os limites do sistema de consumo, os limites entre coisas e pessoas, as fronteiras entre escolas de pensamento, entre planos materiais e espirituais. Antonioni faz uma expedição ao universo da indústria norte-americana, consumando um choque de mundos e estilos de produção.

O público poderá apreciar outro filme no dia 06 de novembro - "Os catadores e Eu", de Agnès Varda, com Sérgio Moriconi. A atividade visa levar ao público do Maes, lazer, aprendizagem histórica e política, reflexão e conscientização da realidade social.

Serviço:
"Maes na Tela" - Filme: "Zabriskie Point", de Michelangelo Antonioni
Data: domingo (02)
Horário: das 15 às 18 horas
Local: auditório do Museu de arte do Espírito Santo - Dionísio Del Santo (Maes)
Endereço: Av. Jerônimo Monteiro, 631 - Centro - Vitória/ES
Inscrições: 30 minutos de antecedência
Vagas: 40

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

PINK FLOYD LIBERA NA ÍNTEGRA SHOW NO EMPIRE POOL (1974)


Os discos do Pink Floyd estão sendo relançados e, como parte da divulgação, a EMI liberou para streaming a gravação ao vivo do show no Empire Pool (atual Wembley Stadium), em novembro de 1974, quando o grupo apresentou “The Dark Side of the Moon” na íntegra.

O show já circula há anos na Internet como bootleg, mas esta é a gravação oficial, que será lançada nas edições “Immersion” e “Experience” de The Dark Side of the Moon. O stream, acompanhado de imagens e vídeos, ficará disponível até 28 de setembro, com 24 sessões diárias, em cada hora do dia, pontualmente. De acordo com o comunicado oficial, cada transmissão será diferente, para dar aos fãs uma experiência única.

NOEL GALLAGHER LANÇA NOVO CLIPE


Noel Gallagher lançou um novo clipe solo, "If I Had a Gun". A música é o segundo single do álbum “Noel Gallagher's High Flying Birds” (e primeira música de trabalho nos EUA).

No vídeo, o ex-Oasis vive um pastor prestes a celebrar um casamento, até que a noiva desiste em busca de seu verdadeiro amor.

“Noel Gallagher's High Flying Birds” será lançado no dia 17 de outubro, pelo próprio selo do músico, Sour Mash Records.

LITERATURA: “A PAIXÃO SEGUNDO G.H.”, DE CLARICE LISPECTOR


Romance original e perturbador, “A paixão segundo G.H.” conta, através de um enredo banal, o pensar e o sentir de uma mulher, G.H., a protagonista-narradora, que despede a empregada doméstica e decide fazer uma limpeza geral no quarto de serviço, que ela supõe imundo e repleto de inutilidades.

Após recuperar-se da frustração de ter encontrado um quarto limpo e arrumado, G.H. depara-se com uma barata na porta do armário. Depois do susto, ela esmaga o inseto e decide provar seu interior branco, processando-se, então, uma revelação.

G.H. sai de sua rotina civilizada e lança-se para fora do humano, reconstruindo-se a partir desse episódio. A protagonista vê sua condição de dona de casa e mãe como uma selvagem. Clarice escreve: “Provação significa que a vida está me provando. Mas provação significa também que estou provando. E provar pode se transformar numa sede cada vez mais insaciável”.

Publicado em 1964, “A paixão segundo G.H.” é o terceiro livro de Clarice Lispector a ganhar nova capa, numa justa homenagem da Rocco à grande dama da literatura brasileira, cuja obra completa dez anos na casa em 2009. O relançamento da obra completa da escritora teve início em dezembro de 2008, com a publicação, em nova edição, da coletânea de crônicas “A descoberta do mundo”, seguida do clássico “A hora da estrela”. Confira!

LITERATURA: 75 ANOS DE "ANGÚSTIA", DE GRACILIANO RAMOS


“Angústia” é um romance publicado por Graciliano Ramos em 1936. À época Graciliano estava preso pelo governo de Vargas e contou com ajuda de amigos, entre os quais José Lins do Rego, para a publicação.

A obra apresenta um narrador em primeira pessoa, Luís da Silva, funcionário público de 35 anos, solitário, desgostoso da vida e que acaba se envolvendo com sua vizinha, Marina. Com traços existencialistas, Luís mistura fatos do passado e do presente, narra num ritmo frenético como um grande monólogo interior.

Segundo o crítico Alfredo Bosi "tudo nesse romance sufocante lembra o adjetivo “degradado” que se apõe ao universo do herói problemático; estamos no limite entre o romance de tensão crítica e o romance intimista. Foi a experiência mais moderna, e até certo ponto marginal, de Graciliano. Mas a sua descendência na prosa brasileira está viva até hoje".

O leitor de Angústia certamente lembrará de “Crime e Castigo”, de Dostoiévski, pois em ambos há as angústias de um crime, o medo de ser pego, a febre; em “Angústia” o crime é o clímax, enquanto em Crime e Castigo é o ponto de partida para a história, e a personagem consegue a redenção. Outra influência marcante é a dos naturalistas brasileiros, especialmente à Aluízio Azevedo, o determinismo e a animalização do homem. O narrador não quer ser um rato, luta contra isso; compara-se o tempo todo os homens aos bichos, porcos, formigas, ratos, e usa-se verbos de animais para as reações humanas.

Trechos

“Certos lugares que me davam prazer tornaram-se odiosos. Passo diante de uma livraria, olho com desgosto as vitrinas, tenho a impressão de que se acham ali pessoas, exibindo títulos e preços nos rostos, vendendo-se. É uma espécie de prostituição.” Cap. 1.

“Os defeitos, porém, só me pareceram censuráveis no começo das nossas relações. Logo que se juntaram para formar com o resto uma criatura completa, achei-os naturais, e não poderia imaginar Marina sem eles, como não a poderia imaginar sem corpo.” Cap. 14.

“Escolher marido por dinheiro. Que miséria! Não há pior espécie de prostituição.” Cap. 17.

“É uma tristeza. A senhora lavando, engomando, cozinhando, e seu Ramalho na quentura da usina elétrica, matando-se para sustentar os luxos daquela tonta. Sua filha não tem coração.” Cap. 18.

Abaixo, um vídeo do depoimento do renomado crítico literário Antonio Candido no “Simpósio Graciliano Ramos - 75 anos do livro ‘Angústia’":


"VIAGEM PELA LITERATURA" TEM 2 EVENTOS NESTA QUINTA (29/09)


Nesta quinta-feira (29), o Viagem pela Literatura, projeto da Biblioteca Municipal Adelpho Poli Monjardim, órgão da Secretaria Municipal de Cultura de Vitória, realiza a atividade de contação de histórias narradas com fantoches por Cleyton Passos, a partir das 9h30, no Parque Municipal Dom Luiz Gonzaga Fernandes (Baía Noroeste), em Redenção. Entrada Gratuita.

Quando: quinta-feira, dia 29, às 9h30.
Onde: Municipal Dom Luiz Gonzaga Fernandes (Baia Noroeste), em Redenção.


Outro bom evento que acontecerá nesta quinta é o "Encontro com o Escritor".

Ocupante da cadeira de número 15 da Academia Espírito-Santense de Letras (AEL), o poeta Marcos Tavares é o próximo convidado do Encontro com o Escritor, na quinta-feira (29), às 19h30, no auditório da Escola de Teatro, Dança e Música Fafi. O evento faz parte do projeto Viagem pela Literatura, realizado pela Secretaria de Cultura de Vitória, por meio da Biblioteca Municipal Adelpho Poli Monjardim.

A programação inclui, além do bate-papo com o escritor, a apresentação do Grupo de Contadores de Histórias Chão de Letras, que fará leitura de poemas de Marcos Tavares, autor de "Os Sete Dias", "Canto Outra Vez Adiado" e "Cantar de Amigo".

ORQUESTRA DE CÂMERA DA POLÔNIA NO TEATRO CARLOS GOMES


Nesta quinta-feira (29), a série Concertos Internacionais apresenta a Orquestra de Câmara da Polônia, uma das melhores e mais reconhecidas do mundo. A apresentação será realizada às 20 horas, no Theatro Carlos Gomes, em Vitória. Os ingressos podem ser retirados, gratuitamente, na bilheteria do teatro uma hora antes do espetáculo.

Esta não é a primeira vez que a orquestra se apresenta em terras capixabas. Em maio de 2009, também em Vitória, os músicos levaram grande público ao teatro, com um espetáculo que encantou os presentes. Além do Espírito Santo, a Orquestra de Câmara da Polônia também já passou por cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Florianópolis (SC) e Belo Horizonte (MG).


Serviço:


Concertos Internacionais - Orquestra de Câmara da Polônia

Data: quinta-feira (29)
Horário: 20 horas
Local: Theatro Carlos Gomes
Endereço: Praça Costa Pereira, Centro - Vitória/ES

Regência: Maestro Boguslaw Davidow

Solo: Andrzej Krawiec, Ewa Rydlewska, Malgorzata Szram (primeiro violino); Maciej Wachowski e Anna Mianowska (segundo violino); Dariusz Wolczyk e Lech Slota (viola); Miroslaw Makowski e Aldona Markowicz (violoncelo); Andrzej Szajda (contrabaixo).

Obras: Mozart, Samuel Barber, Dmitri Shostakovich, Tchaikovsky e Edvard Grieg.
Entrada franca (ingressos serão distribuídos uma hora antes do espetáculo)

EXPOSIÇÃO "MESTRES ESPANHÓIS" FICA ATÉ DOMINGO (02) NO PALÁCIO ANCHIETA


Últimos dias para visitar a exposição "Mestres Espanhóis", em cartaz no Palácio Anchieta. A mostra, que está colorindo o Salão Afonso Brás, se despede do Espírito Santo neste domingo (02). Desde o dia 02 de agosto até o momento já passaram por lá mais de 20 mil pessoas. A entrada é franca.

A mostra, inédita no Brasil, reúne pinturas e gravuras originais dos artistas Pablo Picasso, Salvador Dalí, Francisco Goya e Joan Miró. A exposição é uma realização do Governo do Espírito Santo, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), em parceria com o Instituto Sincades. A curadoria é do italiano Diego D'Ermoggine, relações internacionais da instituição Museu a Céu Aberto.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

TOP 10: OS VELHINHOS MAIS ADORÁVEIS DO CINEMA





Nesta terça (dia 27/09) comemora-se o dia do idoso, aproveitando-se da data o Outros 300 lista agora os 10 persongaens de velhinhos mais adoráveis do cinema. Confiram:

10 - Garotas do calendário (2003) = Velhinhas que botaram pra quebrar! O filme foi uma comédia baseada em uma história real, Garotas do Calendário traz o relato de adoráveis e charmosas senhoras que, sem vergonha nenhuma e quebrando muitos tabus, toparam posar nuas para um calendário beneficente.



9 - A confissão de Schmidt (2002) = Um velhinho ("só" interpretado por Jack Nicholson) quer porque quer controlar a vida de sua filha, mas percebe que mal consegue viver a sua vida decentemente. Um filme cheio de reflexões que comprova, mais uma vez, o talento de Nicholson em papéis extremos.



8 - Morangos Silvestres (1957) = Esse é um clássico do diretor Ingmar Bergman. No filme um professor velhinho tem que fazer uma viagem para receber um prêmio por sua carreira. Durante essa longa viagem, ele vai se recordando de muitos episódios sobre a vida. O longa, considerado uma obra-prima, nos faz pensar sobre a passagem do tempo e a chegada da idade.



7 - Ensina-me a viver (1971) = Filme do diretor Hal Ashby, um jovem que tem passatempos mórbidos, como forjar sempre sua própria morte e visitar velórios de desconhecidos, conhece uma velhinha (vivida por Ruth Gordon) que lhe ensina algumas lições e muda a sua vida. Filmasso !



6 - Cowboys do espaço (2000) = Quatro velhos astronautas, frustrados por nunca terem conseguido ir para o espaço, são chamados de volta à NASA para finalmente cumprirem sua sina. Dirigido e estrelado pelo genial Clint Eastwood, o longa ainda conta com Tommy Lee Jones, James Garner e Donald Sutherland no elenco, ou seja, quatro super feras.



5 - Tomates verdes fritos (1991)= Evelyn Couch (Kathy Bates) é uma dona de casa emocionalmente reprimida, que habitualmente afoga suas mágoas comendo doces. Toda semana ela vai visitar uma tia em um hospital, mas a parente nunca permite que Evelyn entre no quarto. Uma semana, enquanto ela espera que seu marido termine sua visita, Evelyn conhece Ninny Threadgoode (Jessica Tandy), uma debilitada mas gentil senhora de 83 anos, que ama contar histórias e que lhe dá uma nova razão pra viver. Belo filme!



4 - Antes de partir (2007) = Jack Nicholson e Morgan Freeman - em mais uma atuação expetacular de ambos - interpretam dois velhinhos em estado terminal de câncer que decidem fugir do hospital e então realizar tudo o que eles sempre mais quiseram através de uma lista de coisas extraordinárias que gostariam de fazer.



3 - Up Tempos de aventura (2009) = Foi considerado uma das animações mais bem sucedidas da Pixar e certamente entrou pra lista de muita gente como o filme mais legal do ano passado. Na história, um velhinho viúvo, que vive de saudosismo em relembrar diariamente a sua falecida esposa, encontra um garotinho que pode mudar a sua vida.



2 - Conduzindo Miss Daisy (1989) = Uma velhinha judia, Miss Daisy, contrata um motorista (vivido por Morgan Freeman) e, meio sem querer, acaba criando uma amizade que vai ficar para sempre. O longa levou as estatuetas do Oscar de Melhor Filme, Roteiro Adaptado, Maquiagem e Atriz (Jessica Tandy). Filme muito show!



1 - Cocoon (1985) = Muita gente acha qeu foi um filme bem estranho, cheio de referências a alienígenas, mas a verdade é que essa história acaba sendo uma comédia de ficção científica que usa uma ideia genial: velhinhos que descobrem, por acidente, uma fonte da juventude. Trata-se de uma piscina energizada pelos tais seres de outro planeta. Um super clássico!





GRUPO MOXUARA NA BIBLIOTECA PÚBLICA ESTADUAL


O Moxuara comemora seus 20 anos de carreira na Biblioteca Pública do Espírito Santo Levy Cúrcio da Rocha (BPES), na Praia do Suá, em Vitória. O grupo promoverá no local, na quarta-feira (28), às 19 horas, uma noite de autógrafos e apresentará algumas músicas do quarto CD da carreira, intitulado "Aventura". A entrada é franca e os CDs serão vendidos a R$ 20,00.

O show de lançamento de "Aventura" foi realizado no Theatro Carlos Gomes, no último dia 17, e o grupo formado por Flávio, Macapá, Roger, Fernando e Paulinho, resolveu preparar um show mais intimista especialmente para o espaço da Biblioteca.

Como o próprio nome do CD diz, esse novo trabalho leva o ouvinte a viver uma "aventura" musical, repleta de surpresas sonoras que vão desde o formato pop às mais distantes lembranças da musicalidade brasileira, com a regravação de "Folia de Reis", de Arnold Rodrigues e Chico Anísio; "Acontescências", de Claudio Nucci; e "Flor D?água", de Waltinho e Roberto Andrade, além é claro, das composições do próprio grupo, com o estilo já conhecido pelo público.

Estão presentes também, influências da música popular, erudita e regional, os ritmos afro-brasileiros, instrumentos alternativos e expressões regionais da linguagem popular, enriquecidos por temas que trafegam entre o rural e o urbano.

Serviço:

Grupo Moxuara - noite de autógrafo e apresentação musical do CD "Aventura"
Data: quarta-feira (28)
Horário: 19 horas
Local: Biblioteca Pública do Espírito Santo
Endereço: Av. João Batista Parra, 165, Praia do Suá - Vitória
Informações: Luis Guilherme - 9979 9236